Páginas de Contato
TwitterFacebook
Categorias de Menu

Publicado em Arquitetura, Cidade Baixa, Pontos Turísticos

Mercado Modelo

O Mercado Modelo surgiu diante da necessidade de a cidade possuir um centro de abastecimento que substituísse as antigas feiras livres mantidas por vendedores ambulantes em diversas partes da cidade, principalmente na Cidade Baixa, bem como modificar a estrutura de abastecimento até então mantida por dois pequenos mercados municipais – Santa Bárbara e São João.

No embalo pela construção de um porto em substituição aos cais e pontos de atracação das embarcações vindas do Recôncavo e das Ilhas (Pedroso, Ramos, Gaspar, Santa Bárbara, São João, do Ouro, do Bulcão e tantos outros) onde se misturava o embarque e desembarque de produtos de importação e exportação com o comércio de abastecimento da cidade se construiu o primeiro Mercado Modelo. Media 2400 m2  (40×60 metros) e quase todo ele tinha uma estrutura metálica, circundada de marquises e cobertura de zinco.

Surpreendentemente, o prédio não correspondeu as expectativas e já em 1915 ele sofria diversas modificações no formato e no tamanho (foram acrescentados 900m2 com a inclusão de 55 lojas voltadas para as ruas em torno). O projeto foi do engenheiro italiano Filinto Santoro. Tinha 10 portões e uma aparência monumental para a época. Em certa ocasião foi pintado de verde e passou a ser chamado de “Tartaruga Verde”, absolutamente inapropriado pela dessemelhança com este animal.